(21) 3216-7700 / (21) 2406-7700 (21) 99496-6060

Por Rafaela Carrilho

A máxima “Aprender nunca é demais” não sai de moda. É preciso estar em constante evolução. A Universidade Castelo Branco preza o conhecimento não só de seus alunos, mas de seus professores, colaboradores e estagiários.

No último dia 15 de julho, funcionários, docente e estagiários participaram de um curso de Design Thinking ministrado pela Folha Dirigida, dentro da proposta InovEduc – seu braço que propõe a inovação em educação.

Design Thinking é um método para criar soluções de formas criativas e multidisciplinares, focando no ser humano.

Ana Clara Coelho, analista de mídias sociais da UCB, foi uma das participantes do curso. Com pouco conhecimento sobre o assunto, Ana conta que foi com “a expectativa de aprender algo novo, voltado para as regras de design e do marketing”.

A profissional diz que o aprendizado vai ajudá-la a tornar a comunicação durante o planejamento de um projeto mais clara. Além disso, vai “acrescentar as técnicas de apresentação de protótipo e entrevista aos cliente, gerando uma persona, é uma idéia muito interessante para o mercado de serviços, já que, dessa forma, identificamos com maior facilidade os desejos e necessidades do público-alvo”.

Para Ana, o fato de a UCB investir em seus colaboradores “valoriza não só o profissional que presta serviço mas também o laço pessoal com seus colaboradores, mostrando que não apenas busca aperfeiçoá-lo como um profissional para seu cargo habitual como também oferece chances de que o colaborador se expresse através de seu trabalho de forma mais crítica e criativa”. 

Coordenador do curso de Ciências Biológicas, em Licenciatura, e do Colégio Gissoni, o professor Diego Ferreira também participou do curso ministrado pela Folha Dirigida e acredita que, com essa experiência, “as aulas ficarão didaticamente melhores e os alunos poderão enxergar os conteúdos com maior importância e facilidade de aprendizagem”. Diego acha “fundamental a instituição oferecer cursos ou qualquer ferramenta que permita o docente o seu desenvolvimento profissional. Acredito que necessitamos de cursos e palestras para os docentes”.