(21) 3216-7700 / (21) 2406-7700 (21) 99496-6060

Por Rafaela Carrilho

Inovação, oportunidades e educação. Esses são alguns dos pontos principais da nova parceria que a Universidade Castelo Branco firmou para o benefício de seus alunos. A Folha Dirigida (FD), tradicional publicação na área de concursos públicos, estágios e empregos, agora faz parte do time de empresas que contribuem para uma experiência enriquecedora para os novos alunos.

Fernando Martins, CEO da Folha Dirigida, esteve presente no campus Realengo e contou um pouco sobre esse convênio. “A parceria está começando e tem várias possibilidades. Uma delas é a gente distribuir a Folha pros alunos da Castelo. A Folha Dirigida mesmo, para não haver dúvidas, aquela que vai para as bancas e fala sobre concurso. Ela quer começar a falar sobre oportunidades: concurso, emprego, estágio, programas de trainee, e nada melhor que estar dentro da faculdade para falar com pessoas que estão buscando caminhos para se desenvolver profissionalmente e pessoalmente. Em paralelo a isso, tem o InovaEduc que, além da mídia sobre educação e inovação, tem a iniciativa de cursos voltados para empregabilidade: Marketing digital, Google Adwords, Facebook. O próximo curso vai ser em meados de julho, sobre Design Thinking para educadores e a Castelo está colocando uma equipe dela pra aprender. Essa também é uma parceria em paralelo. Eu diria que são três parcerias: essa da Folha, de distribuir gratuitamente, cursos de InovaEduc e material para mídia, pra gente divulgar as iniciativas que a Castelo está fazendo”.

O diretor da Folha foi conhecer as dependências do campus-sede da UCB e as iniciativas que a Universidade tem no campo da Educação. “Eu vim aqui conhecer e é impressionante. As pessoas têm que saber o que as faculdades estão fazendo, no que as faculdades estão apostando, como estão apostando e como estão viabilizando essas ideias. Esse laboratório de vocês aqui é impressionante. As pessoas estão fazendo, talvez nem todo mundo esteja sabendo disso, mas elas estão fazendo e estão procurando mudar e tem uma possível parceria da gente explorar iniciativas novas, startups. A Folha está incubando algumas startups; então pode ser que da Castelo saiam ideias que a gente consiga incubar lá dentro do escritório do Centro”.

A Folha Dirigida mantém-se atenta ao que acontece no mercado e percebeu a movimentação das instituições de ensino pensando em soluções na área da Educação. A FD está acompanhando essa novidade e renovou sua linha editorial, incluindo o formato de distribuição. “A maneira que a gente achou é ‘como que a gente conecta esse mundo de inovações dentro de todas essas plataformas e invenções digitais, apps, sistemas, ensino a distância, Youtube etc.? Como é que isso afeta o mercado de educação e como isso se conecta com as instituições?’. Todas as instituições que trabalham com educação estão sendo e vão continuar sendo afetadas por inovações, seja de dentro de casa, seja de fora do país. Como é que a gente conta essa história, como é que a gente conecta essas pessoas, esses players’. Então é uma revisão da linha editorial. Vamos falar sobre inovação, mas não vamos falar sobre inovação qualquer. Não vamos falar sobre Uber ou sobre Ifood, vamos falar dessa inovação no ambiente de educação. No ecossistema de educação. É aí que nasce a InovEduc, a InovEduc é essa iniciativa. A Folha Dirigida, o jornal, continua com foco no concurso, aborda a questão da educação, mas de uma forma muito mais leve do que era antes. Antigamente tinha um caderno, isso foi ficando caro, pois imprimir jornal é caro. Num mundo onde os consumidores estão na internet, você não vai ficar falando sozinho. Então essa é a ideia marca do projeto”.